289 700 100
 
geral@cm-olhao.pt
 
O Auditório Municipal de Olhão celebra o seu 9º aniversário com um concerto de Ana Bacalhau. O evento está marcado para sexta feira, dia 23 de março, e é antecedido por um Porto de Honra, no foyer do Auditório, às 21h00, seguindo-se a atuação de uma das vozes mais completas da sua geração.

2018-amo-03-Ana-bacalhau-aniversario-auditorio-municipal-de-olhao
Depois de dez anos à frente dos Deolinda, Ana Bacalhau estreou-se em 2017 num projeto a solo. “Nome Próprio” é o nome do trabalho que a intérprete apresenta ao público olhanense, que reúne letristas como Samuel Úria, Miguel Araújo, António Zambujo, ou Capicua, para além da própria.

O álbum teve produção de João Bessa e Ana Bacalhau e foi masterizado nos estúdios de Abbey Road, em Londres.

Na gravação do disco, a cantora contou com a mestria de Luís Figueiredo (piano, teclados), Luís Peixoto (cavaquinho, bouzouki, banjo), Zé Pedro Leitão (contrabaixo, baixo), Alexandre Frazão (bateria, percussão), Mário Delgado (guitarra elétrica) e Amadeu Magalhães (cavaquinho).

O Auditório Municipal foi inaugurado em 21 de março de 2009. A construção da maior sala de espetáculos do concelho de Olhão teve início em agosto de 2006, tendo terminado em janeiro de 2009.

No local onde hoje se ergue este espaço de cultura, localizava-se a fábrica de conservas Ramires, restando desta a chaminé, recuperada e integrada na arquitetura do edifício.

O Auditório tem uma sala com capacidade para 416 espetadores, uma programação artística regular e uma equipa de técnicos residentes, tendo-se tornado, neste período, um espaço cultural de referência em todo o Algarve.