289 700 100
 
geral@cm-olhao.pt
 
2014-039-Maus tratosA Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Olhão organiza amanhã, 9 de abril, às 17h15, no Ria Shopping, nesta cidade, a cerimónia de abertura do Mês da Prevenção dos Maus-Tratos na Infância, que se assinala em abril. A iniciativa contará com a presença do presidente da Comissão Nacional de Proteção das Crianças e Jovens em Risco, Armando Leandro.

Abril é o Mês da Prevenção dos Maus-Tratos na Infância. Tal como já vai sendo habitual, a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Olhão (CPCJO) juntou-se a esta consagração dos direitos das crianças e realiza, em articulação com as entidades parceiras, um conjunto de atividades durante o mês de abril, no âmbito da prevenção universal dos maus-tratos na infância.

Como forma de oficializar o começo das atividades esta Comissão, na sua modalidade alargada e em parceria e articulação com as entidades do concelho, promove uma cerimónia oficial de abertura, no dia 9 de Abril, no Ria Shopping, que contará com a presença do presidente da CNPCJR, Armando Leandro.

Nesta comemoração, mais do que reunir pessoas e falar de prevenção, a CPCJO pretende agir para a prevenção, marcar a data e sustentar uma tomada de posição incisiva e efetiva por parte das autoridades públicas, forças policiais, líderes comunitários, associações e comunidade em geral, nomeadamente pela subscrição da “Carta do Concelho de Olhão Contra os Maus-Tratos na Infância”.

“Acreditamos que gente simples, fazendo coisas pequenas, em lugares comuns, consegue mudanças extraordinárias”, refere a CPCJO, dizendo que mantém a perseverança “em proteger as nossas crianças um passo de cada vez”.

Ao longo do mês serão dinamizadas, pelas várias entidades com responsabilidade em matéria de infância e juventude do concelho, atividades de caráter variado no âmbito da Prevenção dos Maus-Tratos na Infância.

No culminar deste mês, a Comissão irá realizar a 2ª Edição do Laço Humano, no seguimento do evento realizado em 2013 e que juntou mais de 300 pessoas, com idades entre os 2 e os 80 anos, no Jardim Pescador Olhanense, para formar um Laço Azul, perseguindo sempre o objetivo de sensibilizar a Comunidade para a Promoção e Proteção dos Direitos da Criança.