289 700 100
 
geral@cm-olhao.pt
 
2014-106-EMI seminario1No próximo dia 11 de julho, a partir das 14h30, a sala polivalente da Biblioteca Municipal de Olhão acolhe o seminário de apresentação do Estudo de Mobilidade Interurbana do Algarve Central. Esta é a fase final de apresentação do trabalho, seguindo-se a procura de financiamentos para avançar com as medidas sugeridas.

O presidente da Câmara Municipal de Olhão, António Miguel Pina, abre o seminário, tal como o presidente da Associação de Município do Algarve (AMAL), Jorge Botelho), referindo-se à importância do estudo de mobilidade interurbana para o “Algarve Central”, o grande tema em destaque.

As principais propostas do Estudo de Mobilidade Intermunicipal do Algarve Central serão apresentadas pela equipa que elaborou o estudo: João Figueira de Sousa e Maria João Silveira.

Falar-se-á ainda sobre os financiamentos do próximo Quadro Comunitário de Apoio (QCA) para a área da mobilidade e transportes na região (presidente da CCDR Algarve, David Santos) e sobre o planeamento e financiamento de projetos intermunicipais de transportes (presidente do IMT, João Carvalho).

Para a sessão de encerramento foi convidado o secretário do Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações, Sérgio Monteiro, onde se pretende abordar o tema do quadro legal para o setor dos transportes e das possíveis repercussões na organização do setor na região do Algarve.

Os seis municípios do “Algarve Central” (Albufeira, Faro, Olhão, São Brás de Alportel, Loulé e Tavira) elaboraram o Estudo de Mobilidade Interurbana que tem como objetivo dotar estes municípios de uma estratégia de intervenção a curto, médio e longo prazo no domínio do sistema de mobilidade e transportes.

A estratégia definida neste estudo visa a implementação de um sistema integrado que fomente a articulação entre os vários modos de transporte, garanta a melhoria das condições de mobilidade da população e promova a melhoria da qualidade de vida da população e a inclusão social. A estratégia de intervenção preconizada assenta ainda num novo modelo de governância para o setor, consubstanciada na criação de uma autoridade regional com responsabilidades ao nível do planeamento e gestão do sistema de mobilidade e transportes no Algarve.

Desenvolvido em três fases, pretende-se neste seminário final divulgar as principais medidas do plano de ação do EMI e discutir as ações subsequentes para a implementação e financiamento das medidas preconizadas. 



2014-106-EMI seminario