289 700 100
 
geral@cm-olhao.pt
 
2014-193-armadores-fusetaOs Armadores de Pesca da Fuseta foram recebidos, no dia 9 de dezembro, pela Comissão de Agricultura e Mar (CAM) da Assembleia da República, onde manifestaram a sua preocupação com o assoreamento da Barra da Fuseta e solicitaram a intervenção dos deputados para que o problema seja rapidamente resolvido. Os membros da CAM garantiram que vão pedir ao Governo uma intervenção urgente na Barra da Fuseta e aceitaram o convite para visitarem o local no dia 20 de janeiro. O Município de Olhão apoia esta luta e já aprovou em reunião de Câmara reforçar os pedidos de intervenção nesta área junto do Governo.

Para além da Associação dos Armadores, representada por Humberto Gomes (presidente), José Botequilha, Jorge Monteiro, António Carmo e Sónia Vargas, integraram a delegação que se deslocou à Assembleia da República o vereador da Câmara Municipal de Olhão Eduardo Cruz e o presidente da União de Freguesias Moncarapacho-Fuseta, Manuel Carlos, entre outros elementos desta freguesia, tendo sido recebidos em audiência na CAM, presidida pelo Deputado Vasco Cunha.

Da Comissão fazem parte os eleitos pelo Algarve Bruno Inácio (PSD), Miguel Freitas (PS) e Artur Rego (CDS-PP), tendo os representantes dos algarvios na Assembleia da República ouvido de viva voz quais “os problemas de segurança provocados pelo assoreamento previsível da Barra da Fuseta, o impacte nos custos operacionais agravados, a perda de receitas na sua atividade de pesca e na economia local, onde cerca de 800 pessoas dependem do mar nesta comunidade piscatória”, como refere Associação dos Armadores de Pesca da Fuseta.

Os Armadores dizem-se “cansados das respostas negativas das diferentes entidades responsáveis pela Barra e Cais da Fuseta”, pretendendo que se resolva de vez “um problema que nasceu torto” e gerou enorme controvérsia técnico-científica e das gentes do mar conhecedoras dos movimentos das marés e areias, “como se veio a comprovar pelos elementos naturais”.

Perante o consenso manifestado por todos os representantes das forças partidárias presentes (PSD, PS, PCP e CDS/PP) sobre “a justiça da posição dos Armadores da Fuseta”, o presidente da CAM garantiu que o assunto será levado ao Governo no sentido de reforçar o pedido de intervenção rápida no desassoreamento da Barra.

Durante a audição, o presidente da União de Freguesias Moncarapacho-Fuseta convidou os deputados da CAM a visitarem a Barra e o Cais da Fuseta, convite que foi prontamente aceite.

A delegação representante do concelho de Olhão regressou ao Algarve com “boas expectativas de que seja encontrado o financiamento necessário para a intervenção na Barra da Fuseta e Cais”.