289 700 100
 
geral@cm-olhao.pt
 
2015-002-Estafeta 06 jan 01A “Chamada para os Jogos” começou cedo. Às 09h00 já os alunos da EB1 de Marim, local emblemático do início dos Jogos de Quelfes, aguardavam a cerimónia de início da estafeta que hoje percorre as 14 escolas do concelho de Olhão. Serão percorridos 33 quilómetros por vários atletas, autarcas e amigos do desporto numa ação simbólica que visa alertar a comunidade escolar para a importância do olimpismo.

O mentor dos Jogos de Quelfes, Gustavo Marcos, deu o ‘pontapé de saída’ para esta aventura que se prolonga por todo o dia, depois de ler a mensagem da “Chamada para os Jogos” e de receber dos alunos da escola um ramo de oliveira – símbolo do olimpismo – e a mensagem que percorre e é lida em todas as escolas (ver texto abaixo).

Cerca de 15 minutos depois já chegava à Escola EB1 Nº6, acompanhado pela marchadora Ana Cabecinha, entre outros participantes. Seguiu-se a EB1 da Cavalinha e as restantes do concelho de Olhão, sempre com a alegria das crianças a receberem o Kelfi (mascote dos Jogos) e a mensagem do olimpismo com entusiamo.

Na cerimónia de abertura, as boas vindas foram dadas pelo chefe de gabinete do presidente da Câmara Municipal de Olhão, António Camacho, e pelo presidente da Junta de Freguesia de Quelfes, Miguel Dimas. Ambos sublinharam “o início de um novo ciclo dos Jogos de Quelfes com a participação de mais concelhos nesta iniciativa”. “Este é um projeto educativo por excelência, onde se promovem os valores da amizade e do desportivismo”, realçou ainda o professor António Camacho, antes de se preparar para percorrer parte do percurso da estafeta. 

2015-002-Estafeta 06 jan 032015-002-Estafeta 06 jan 02
















Durante a estafeta, a mensagem do chamamento olímpico foi lida em todas as escolas, perante os alunos, professores e funcionários, e os mais pequenos receberam os atletas com cartazes e símbolos alusivos ao olimpismo.

2015-002-Estafeta 06 jan 04À chegada a cada escola foi lida a seguinte mensagem de “Chamada para os Jogos”: “Há muitos, muitos anos, existiu numa terra de frondosos pinhais e oliveiras milenares, um reino mitológico, habitado pelos sobreviventes da Atlântida.
Nesse reino, chamado Marim, governavam Leia e Arraúl, atlantes de espírito distinto, cuja filha, Quelfes, foi escolhida e abençoada pelos deuses do Olimpo.
Por ela, instituiu-se este povo na devoção de celebrar Jogos, honrando Zeus, semeando o Espírito Olímpico e chamando para competir neles as crianças da Humanidade!
Oiçam as vozes que ecoam do passado!
Lembrem-se que vos proponho alcançar algo muito mais valioso do que a vitória!
Apelem ao esforço, desvendem a força que vos inspira!
Demonstrem um heroísmo superior a todas as derrotas!
Trilhem um caminho de sonhos!
E assim, iluminados pela excelência, pela amizade e pelo respeito, 
Serão inspiração para todas as crianças que há no mundo. 
Do presente. 
E do Futuro.
Pois essa é a força do Olimpismo!”.
Ao final do dia, o testemunho foi passado ao concelho de Tavira, onde serão percorridas todas as escolas, em iniciativa semelhante à realizada hoje em Olhão.

2015-002-Estafeta 06 jan 062015-002-Estafeta 06 jan 072015-002-Estafeta 06 jan 082015-002-Estafeta 06 jan 092015-002-Estafeta 06 jan 102015-002-Estafeta 06 jan 112015-002-Estafeta 06 jan 122015-002-Estafeta 06 jan 132015-002-Estafeta 06 jan 142015-002-Estafeta 06 jan 152015-002-Estafeta 06 jan 162015-002-Estafeta 06 jan 172015-002-Estafeta 06 jan 182015-002-Estafeta 06 jan 192015-002-Estafeta 06 jan 202015-002-Estafeta 06 jan 212015-002-Estafeta 06 jan 22