289 700 100
 
geral@cm-olhao.pt
 
2015-080-25-abril-2015-01O Município de Olhão prepara-se para celebrar e viver com entusiasmo mais uma vez o “Dia da Liberdade”, com um extenso e diversificado programa. Assim, logo pela manhã do próximo dia 25, frente aos Paços do Concelho, às 09h30 e na presença das individualidades locais, as cerimónias começam com o hastear das bandeiras ao som do Hino Nacional, interpretado pela Banda Filarmónica 1º de Dezembro, de Moncarapacho. A “parada” conta igualmente com a presença da Fanfarra dos Bombeiros Municipais de Olhão, assim como dos escutas e escoteiros de Olhão.

Ainda durante a manhã, em Pechão, numa organização da Junta de Freguesia local, desenvolve-se um intenso programa desportivo e cultural que culmina com uma homenagem aos heróis antifascistas feita junto à placa evocativa existente na aldeia de Pechão. Já em Quelfes, os alunos das escolas básicas participam numa prova de mini atletismo no Jardim Cassiano, a partir das 10h00, numa organização da Junta de Freguesia local.

À tarde, pelas 15h00, no Museu Municipal de Olhão, realiza-se a tertúlia “Conversas de Museu”, onde se vai evocar e falar de liberdade. Um pouco antes, às 14h30, no Pavilhão Multiusos de Moncarapacho há baile com espetáculo, promovido pela União de Freguesias; Bailasons e Carlos Granito são os artistas convidados. Às 17h30, no auditório da Praceta de Agadir, João Francisco Bonança, antigo presidente da Câmara Municipal de Olhão, a convite da Junta de Freguesia de Olhão, abordará o tema “A importância do 25 de Abril no desenvolvimento de Olhão”.

As iniciativas deste dia terminam na sala multiusos da Junta de Freguesia de Pechão, às 21h30, com e exibição da peça teatral escrita e encenada por António Gambóias, “Frente a Frente”.

Ao longo deste mês já decorreram atividades ligas à efeméride que se avizinha e outras estão igualmente previstas, como é o caso da iniciativa prevista para dia 21, às 10h00, quando a Câmara Municipal organiza na Escola Francisco Fernandes Lopes um debate sobre “As Mulheres na Política”. No dia 22 a Junta de Freguesia de Pechão leva ao pré-escolar público e privado da freguesia (10h00 e 14h30) o tema “Conversas de Abril”, com Osvaldo Granja e Vladimiro Guerreiro.

O dia 24 será dedicado à música e à poesia: às 21h00 na sala multiusos da Fuseta vai-se falar e ouvir Canções de Abril, numa sessão organizada pela Associação Foz do ÊTA e meia hora mais tarde na sede do Grupo Etnográfico de Quelfes também se canta Abril, num espetáculo co-organizado pela Junta de Freguesia e pelo Grupo Etnográfico de Quelfes. Na sede do Clube Oriental de Pechão decorre um serão cultural de poesia e música popular portuguesa com Luciano e Rosinda Vargues e os alunos do Prof. Patarata.

O calendário das festividades alusivas aos 41 anos sobre o 25 de Abril só fica concluído na tarde do dia 26 quando, a partir das 16h00, no auditório da Praceta de Agadir se iniciar um concerto de guitarras, organizado pela Junta de Freguesia de Olhão e que conta com a interpretação dos professores do Algarve e do Coro da Universidade Sénior. 

Quarenta e um anos depois de um novo alvorecer, a Câmara Municipal de Olhão e as suas freguesias preparam-se para viver o Dia da Liberdade. Para o presidente da edilidade olhanense, António Pina, a prioridade passa por “anualmente enaltecer, dignificar e honrar a Revolução dos Cravos, passando sobretudo aos mais jovens as conquistas e liberdades que 25 de Abril de 1974 nos proporcionou”. 
 
2015-080-25-abril-2015-02