289 700 100
 
geral@cm-olhao.pt
 
2015-090-limpeza-ria-formosa-01Na passada quarta feira, 22 de abril, tendo como lema o slogan “Limpar a Natureza”, foram recolhidos cerca de 900 quilos de lixo na Ilha da Armona e Quinta de Marim (Parque Natural da Ria Formosa). A iniciativa dos Hotéis Real contou com a colaboração do Município de Olhão, AmbiOlhão e Centro de Investigação e Recuperação de Animais Selvagens (RIAS), entre outras entidades.

Num ambiente de rara beleza como são o Parque Natural da Ria Formosa e a Ilha da Armona, mais de uma centena de voluntários de todas as idades trabalharam em defesa do ambiente e retiraram das dunas lixo de todo o tipo: para além dos já habituais plásticos, metais, redes, vidros e troncos, também houve descobertas surpreendentes, como frigoríficos velhos.

A empresa municipal AmbiOlhão recolheu, no dia seguinte, o lixo apanhado pelos voluntários – muitos deles funcionários dos Hotéis Real, que organizaram uma iniciativa idêntica, no mesmo dia, no Portinho da Arrábida –, que se dividiram em três grupos, cada um com cerca de 40 pessoas. Entre as zonas de Ria, costa e Parque Natural, os participantes conviveram e deram o exemplo em prol de um ambiente mais saudável.

Esta ação de limpeza, na qual se recolheram cerca de 70 sacos de lixo, permitiu também fazer a recolha de plantas invasoras, como é o caso do chorão, espécie da qual foram recolhidas 2,5 toneladas, contribuindo assim para a preservação de espécies específicas numa das zonas húmidas mais importante do País.

As quantidades de resíduos recolhidas nesta ação de limpeza foram inferiores às do ano passado, quando se recolheram cerca de 90 sacos de lixo com o peso aproximado de uma tonelada. “Esta redução sgnificativa prova que as ações de sensibilização do Município têm surtido efeito e agora as pessoas começam a estar mais consciencializadas para a proteção do ambiente. Mas, infelizmente, ainda falta fazer muito trabalho para habituar as pessoas a colocarem o lixo nos locais existentes para o efeito. É uma luta que temos travado no Município e vamos continuar a fazê-lo, enquanto for necessário, em prol do ambiente, para proteger as gerações futuras”, referiu o presidente da Câmara de Olhão, António Miguel Pina.

2015-090-limpeza-ria-formosa-022015-090-limpeza-ria-formosa-052015-090-limpeza-ria-formosa-032015-090-limpeza-ria-formosa-04