289 700 100
 
geral@cm-olhao.pt
 
2015-153-Festival Marisco01Está quase a chegar mais uma edição do Festival do Marisco. O já habitual espaço de convívio de verão no Algarve, com milhares de pessoas a rumarem a Olhão acontece, este ano, entre os dias 10 e 15 de agosto, no Jardim Pescador Olhanense. Mariscos e bivalves da Ria Formosa aliados a um cartaz musical de excelência fazem desta mais uma edição com sucesso garantido. As novidades para este ano, assim como o programa, foram apresentados na passada sexta feira.

Um espaço com um design diferente, mais amplo, e um cartaz de arromba, assim como o Kids Club melhorado, foram algumas das novidades apresentadas na conferência de imprensa deste ano do Festival do Marisco. “Quem ali chegar vai notar a diferença”, garantiu o presidente da Câmara Municipal de Olhão, António Miguel Pina, que apresentou as novidades de um evento que celebra três décadas de existência, mas “nem por isso deixa de inovar a cada ano que passa”. 

O presidente da Câmara de Olhão, que esteve ladeado pelos elementos do conselho de administração e pelo diretor executivo da Fesnima, empresa municipal que organiza o Festival do Marisco, para além de todos os vereadores, fez notar ainda “a criação de uma nova imagem de comunicação, mais moderna, mais atual, mais fresca…”, apresentando um cartaz de fundo mais claro e os artistas que fazem deste “um dos melhores festivais de sempre”: Anselmo Ralph, o “filho” de Olhão Júlio Resende que com Ana Moura e Ana Bacalhau compõem o Fado & Further, Richie Campbell, Mickael Carreira, José Cid e Daniela Mercury.

Este ano, o Festival do Marisco comemora três décadas de existência. O que começou por ser um pequeno evento organizado pelos dois clubes da terra – Sporting Clube Olhanense e Marítimo Olhanense – na Avenida da República, há precisamente 30 anos, tornou-se num dos grandes eventos gastronómicos e musicais do Sul do País. 
2015-153-Festival Marisco022015-153-Festival Marisco03
















Tendo começado na Avenida da República, o evento passou depois pelo antigo Estádio Padinha – um dos maiores cabeças de cartaz da altura foi Roberto Leal – ou pelo espaço junto aos Mercados de Olhão, entre outros, fixando-se depois no Jardim Pescador Olhanense.
Alguns anos depois de esta iniciativa dos clubes locais ter surgido, a Câmara Municipal decidiu apostar na organização do Festival e tomou as rédeas da iniciativa, projetando o Festival e trazendo nomes de sucesso a Olhão. Já passaram pelo palco do maior evento gastronómico e musical a Sul do Tejo os grandes nomes da música nacional e também além-fronteiras. 

Com o objetivo de promover os mariscos provenientes da Ria Formosa, cozinhados de forma muito especial pelos olhanenses e onde a tradição não é esquecida, aliando a isso a apresentação de artistas musicais de topo, nacionais e internacionais, o Festival do Marisco de Olhão é um dos grandes cartazes musicais e gastronómicos que anima o verão algarvio, quando milhares de pessoas rumam a sul para desfrutar das suas férias. A passagem pelo Festival do Marisco é já ‘obrigatória’!

Projetar a Ria Formosa, a cidade e o concelho de Olhão e dar a conhecer o saber das suas gentes têm sido, desde sempre, os grandes objetivos deste evento e que fazem o seu sucesso.

Também a economia local sai beneficiada com esta iniciativa, atualmente organizada pela empresa municipal Fesnima. Por altura do Festival, não é só o recinto do evento que se enche de apreciadores de mariscos e bivalves da Ria Formosa, também os restaurantes da zona são muito procurados. O Festival do Marisco projeta o nome da cidade e do concelho além fronteiras, mas também a boa gastronomia que aqui se faz durante todo o ano.

Assim, a música e o marisco, aliados a uma paisagem deslumbrante sobre a Ria Formosa, são os ingredientes indispensáveis para mais esta edição – a 30ª – do Festival do Marisco.

Este ano, o Festival do Marisco de Olhão volta a apostar, e de forma cada vez mais forte, no conceito de família. Porque é uma festa para todas as idades, também os mais novos têm espaços onde podem brincar e divertir-se. Enquanto os pais jantam tranquilamente, as crianças podem desfrutar do seu tempo livre no Kids Club, instalado no recinto do Festival onde, durante uma hora, e de forma gratuita, são propostas às crianças várias atividades adequadas às suas idades. No Kids Club os mais novos estarão sempre acompanhados por educadores de infância que garantem a sua segurança e as atividades destinadas ao público jovem.
2015-153-Festival Marisco042015-153-Festival Marisco05
















O campeão de vendas Anselmo Ralph inaugura o Festival do Marisco deste ano, a 10 de agosto. Num evento onde a música é um dos ‘pratos’ principais e onde os concertos principais são sempre antecedidos por espetáculos de artistas do concelho, todos os dias são diferentes e, ao mesmo tempo, sugestivos. Senão, vejamos: no dia 11 segue-se Fado & Further com Júlio Resende, Ana Moura e Ana Bacalhau e a 12 de agosto é Richie Campbell quem sobe ao palco olhanense. A animação continua com a atuação, na noite de 13 de agosto, de Mickael Carreira e, a 14, de mais um artista de sucessos e que conquista várias gerações: José Cid. Mas o ritmo atinge mesmo o seu ponto máximo na última noite. O ‘furação da Bahia’ que é Daniela Mercury volta a Olhão para fechar com muito samba no pé, na noite de 15 de agosto, o Festival do Marisco 2015!

Trata-se, mais uma vez, de um cartaz de luxo a que a organização, a cargo do Município de Olhão, através da empresa municipal Fesnima, alia os saborosos mariscos e bivalves da Ria Formosa à boa música nacional e do Brasil. 

As entradas no recinto do Festival custam 9,00€ para adultos, de 11 a 14 de agosto, 12,00€ no dia 10 (Anselmo Ralph) e 10,00€ no dia 15 (Daniela Mercury), enquanto que as crianças dos 7 aos 12 anos pagam todos dias 4,00€ e até aos 6 anos, desde que acompanhadas, não pagam entrada. 

As bilheteiras estão abertas, nos dias do Festival, a partir das 18h30. As portas abrem às 19h30 e fecham à 01h00. Os bilhetes poderão ser adquiridos antecipadamente através da Ticketline (lojas aderentes e/ou site).

Para além de muita e boa música, santolas, lavagantes, camarões, búzios, amêijoas, cataplanas, sapateiras, paellas ou arroz de marisco também não faltarão por estes dias em Olhão. A festa do verão algarvio, num idílico cenário junto à Ria Fomosa, está a chegar!

2015-153-Festival Marisco062015-153-Festival Marisco07

















CARTAZ 2015

Espetáculos com início às 23h30:

10 de agosto – Anselmo Ralph
Anselmo Ralph abre o Festival do Marisco 2015, a 10 de agosto, e promete trazer mais um espetáculo inesquecível! Depois da conquista do público de forma avassaladora na edição do ano passado, com mais de 12 mil pessoas a assistirem ao concerto do artista angolano em Olhão, Anselmo não podia faltar na 30ª edição do Festival do Marisco, para um primeiro dia de grande entusiasmo!
O autor do sucesso “Única Mulher”, que anda nas bocas de todos há muitas semanas, promete um espetáculo imperdível, onde a energia em palco também não vai faltar, assim como outros temas do conhecimento dos muitos fãs, extraídos do seus mais recentes álbuns, como “O Melhor de Anselmo Ralph”, lançado em 2014, no âmbito dos seus 10 anos de carreira.

11 de agosto – Fado & Further
Fado & Further: Júlio Resende, Ana Moura e Ana Bacalhau. Com a direção musical do pianista que cresceu olhanense, de frente para o mar e ao lado dos pescadores que tão bem cantam e conhecem a saudade, este super grupo com Ana Moura e Ana Bacalhau irá enfrentar o grande desafio de levar na voz e nas mãos o fado mais adiante, mais longe, para mar alto, e desde aí alcançar esses lugares mágicos, desconhecidos, solarengos, cheios de tesouros e muitas aventuras. Espera-se muito fado inspirado em Amália, o farol do fado português, que a todos guia a bom porto, e Carlos Paredes, o maior instrumentista da nossa exclusiva guitarra portuguesa. Fado & Further de Júlio Resende, Ana Moura e Ana Bacalhau terá a sua estreia neste Festival do Marisco, em Olhão.

12 de agosto – Richie Campbell
Um dos maiores cantores de raggae da atualidade, Richie Campbell, vai fazer furor na terceira noite do Festival do Marisco. O português com sucesso internacional de nome próprio Ricardo Costa, que iniciou há 11 anos a sua carreira musical como vocalista dos Stepacide, traz a Olhão músicas de sucesso como Best Friend, Blame It On Me, Missing You ou Man Don’t Cry. O artista tem esgotado salas de norte a sul de Portugal, já atuou em vários países e até gravou com Kymani Marley, filho de Bob Marley, o tema 911. Uma sonoridade única e uma energia inigualável em palco, é o que nos espera nesta noite quente de Festival do Marisco.

13 de agosto – Mickael Carreira
Mickael Carreira é sinónimo de sucesso, sobretudo entre o público mais jovem. É ele a estrela da noite de 13 de agosto no Festival do Marisco deste ano. Depois de em 2014 ter feito parcerias para o seu último trabalho, Sem Olhar Para Trás, com artistas como B4, Anselmo Ralph ou Enrique Iglesias, em 2015 já conquistou um disco de platina com este álbum. Temas como Tudo o Que Tu Quiseres (ft. B4), Bailando (ft. Enrique Iglesias) ou Só Mais Uma Noite (ft. Anselmo Ralph) serão obrigatórios nesta noite que se espera memorável.

14 de agosto – José Cid
É um artista intemporal, que agrada a várias gerações. José Cid continua a fazer sucesso e promete cativar o público do Festival do Marisco na noite de 14 de agosto. Recentemente lançou Menino Prodígio, com 13 faixas, 12 das quais inéditas, entre elas “Rock Rural”, composta na década de 60. Inclui também uma versão de “Don´t Wanna Miss a Thing”, dos Aerosmith. José Cid classifica o seu novo trabalho como “roqueiro” e “interventivo” e vem apresentá-lo a Olhão numa noite que se espera inesquecível. Também não deverão faltar temas conhecidos de todos nós e que foram grandes sucessos nas últimas décadas, como Na Cabana Junto à Praia ou Um Grande, Grande Amor.

15 de agosto – Daniela Mercury
O furacão da Bahia, Daniela Mercury, fecha em delírio o Festival do Marisco deste ano. Considerada a Carmen Miranda dos novos tempos ou a Madonna brasileira, tal a sua projeção mundial, a cantora nascida em Salvador da Bahia regressa a Olhão para que todos voltem a sentir o prazer de sambar. O seu recente trabalho Canibália deverá estar em destaque: trata-se de um álbum onde Daniela, com 20 anos de carreira, abraça a pluralidade étnica e cultural do Brasil. Com 14 CD’s gravados e seis DVD’s, Daniela Mercury, também conhecida como Rainha do Axé, é atualmente a cantora brasileira com maior projeção internacional. A sua energia inigualável não vai deixar ninguém indiferente no concerto agendado para Olhão que, assim, encerra em beleza a 30ª edição do Festival do Marisco.

Para mais informações consulte www.fesnima.pt, www.festivaldomarisco.com ou a página do Facebook em 
https://www.facebook.com/festivaldomariscodeolhao?fref=ts