289 700 100
 
geral@cm-olhao.pt
 
2015-171-festival-do-marisco-dia-3-01Foi ao som do reggae que decorreu a terceira noite do Festival do Marisco, com milhares de pessoas a entrarem no recinto para aplaudirem os artistas e desfrutarem dos melhores petiscos. A Richie Campbell segue-se, hoje, Mickael Carreira, antecipando-se mais uma enchente no Jardim Pescador Olhanense.

O número de bilhetes já vendidos até agora faz prever mais uma noite memorável, a quarta da edição de 2015 do Festival do Marisco. Quem sobe ao palco esta quinta feira é Mickael Carreira, que traz a Olhão o seu último álbum “Sem Olhar Para Trás”, que dá nome à digressão 2015. Farão também parte do alinhamento sucessos de álbuns anteriores, como “Bailando”, “Tudo o que tu quiseres”, “Porque ainda te amo” ou “Como uma tatuagem”.

A 30.ª edição do Festival do Marisco tem, de resto, proporcionado noites memoráveis aos milhares de pessoas que têm passado por Olhão. Ontem, Richie Campbell deu a conhecer o seu novo álbum, “In the 876”, gravado em 2015-171-festival-do-marisco-dia-3-09Portugal e na Jamaica, perante uma multidão de fãs de todas as idades.
Comum a todas as noites do festival é, também, naturalmente, a vertente gastronómica: santolas, lavagantes, camarões, búzios, amêijoas, cataplanas, sapateiras, paellas ou arroz de marisco continuam a ser “reis” à mesa.

2015-171-festival-do-marisco-dia-3-04Este ano, o Festival do Marisco comemora três décadas de existência. O que começou por ser um pequeno evento organizado pelos dois clubes da terra – Sporting Clube Olhanense e Marítimo Olhanense – na Avenida da República, há precisamente 30 anos, tornou-se num dos grandes eventos gastronómicos e musicais do sul do País.

As bilheteiras estão abertas, nos dias do Festival, a partir das 18h30. As portas abrem às 19h30 e fecham à 01h30.