289 700 100
 
geral@cm-olhao.pt
 
2015-246-simulacro-a-terra-tremeEsta manhã, Olhão ‘tremeu’. Entre os vários locais onde se realizou o exercício nacional “A Terra Treme”, ao qual o Município de Olhão também aderiu, esteve o Balcão Único da Câmara Municipal. Funcionários e munícipes, às 11h06, fizeram os três gestos básicos de proteção em caso de sismo: baixaram-se, protegeram-se e aguardaram. O mesmo aconteceu um pouco por todo o concelho, nomeadamente nas escolas olhanenses.

Promovido pela Autoridade Nacional de Proteção Civil, em parceria com diversas entidades públicas e privadas, este projeto enquadra-se nos objetivos da Estratégia Internacional para a Redução de Catástrofes das Nações Unidas e nas ações que assinalam os 260 anos do sismo de 1755, pretendendo envolver as diferentes comunidades na sua preparação para o risco sísmico.
No contexto do lançamento do Referencial de Educação para o Risco – ReRisco, elaborado em parceria com o Ministério da Educação e Ciência, destaca-se na campanha deste ano o papel da escola e da comunidade educativa no incentivo a uma cidadania verdadeiramente ativa em matéria de proteção e segurança. 

Para além da prática dos três gestos, no minuto definido para o exercício, A Terra Treme pretendeu promover a discussão e a aprendizagem sobre como agir antes, durante e após um sismo. O exercício realizou-se pela terceira vez em Portugal e é inspirado no modelo norte-americano ShakeOut.

O site www.aterratreme.pt resume a informação essencial sobre este projeto.