289 700 100
 
geral@cm-olhao.pt
 
2016-005-transpolvoRealizou-se recentemente um workshop no Espaço Polivalente da Biblioteca Municipal José Mariano Gago, em Olhão, para divulgar os resultados do projeto TRANSPOLVO, cujo promotor é o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), financiado pelo Programa Operacional Pesca 2007-2013 (PROMAR), com o apoio do Grupo de Ação Costeira (GAC) Sotavento do Algarve, sediado no Município de Olhão.

A iniciativa teve como principal objetivo identificar as condições de transporte de polvo vivo a altas densidades e por longos períodos de tempo.

Este workshop juntou mais de 70 pessoas, onde se incluíram os principais agentes relacionados com a pesca e comercialização do polvo. 

O projeto TRANSPOLVO resulta do interesse por parte do Japão e outros países orientais em importar polvo vivo para consumo. O IPMA realizou diversas simulações de transporte de polvo vivo a altas densidades (superiores a 100 Kg/m3) e a baixas temperaturas (menos de 10ºC) com uma duração de 48 horas, com resultados satisfatórios que permitem que este transporte possa vir a ser realizado. 

Este projeto conta com o apoio da DOCAPESCA – Portos e Lotas, S.A., do Centro de Ciências do Mar da Universidade do Algarve, da organização sem fins lucrativos Armalgarve Polvo e associações de armadores e pescadores de polvo.

A viablização da exportação de polvo vivo para o Japão encontra-se neste momento em fase de ensaio na Estação Piloto de Piscicultura de Olhão, a maior estação piloto de piscicultura em Portugal.