289 700 100
 
geral@cm-olhao.pt
 
Aos 80 anos, a autora olhanense Maria José Fraqueza escreveu Roseiral de Trovas. A obra é apresentada no próximo dia 13, às 15h00, na Biblioteca Municipal José Mariano Gago.

2016-036-roseiral-de-trovas-01
O Elos Clube de Olhão, em colaboração com a Biblioteca Municipal José Mariano Gago, promove a apresentação, no próximo dia 13 de fevereiro, às 15h00, do mais recente livro da poetisa Maria José Fraqueza, Roseiral de Trovas. A apresentação estará a cargo de Armanda Dourado e Gisela Sinfrónio e conta com a presença da autora na sala multiusos da biblioteca olhanense.

A multifacetada autora publicou pela primeira vez em 1989, a obra Histórias da Minha Terra, um livro de poesia narrativa e, no mesmo ano, outro de poesia humorística, Apelidos e Alcunhas. Murmúrios do Mar é uma das suas obras mais marcantes.

Maria José Fraqueza escreveu também peças de teatro, é letrista de marchas populares e de temas interpretados por vários artistas. Também escreveu para jornais e participou em programas de rádio, tendo sido igualmente grande dinamizadora dos Jogos Florais e de outros eventos de cariz cultural. A poetisa tem sido ainda uma grande embaixatriz cultural do concelho de Olhão através das suas participações em concursos poéticos não só em Portugal, mas também no Brasil e em Itália, onde já ganhou inúmeros prémios.

Atualmente aposentada da sua atividade como docente, a fusetense Maria José Fraqueza, quase a completar 80 anos, criou na sua terra uma Casa Museu com todo o seu espólio artístico, para que o seu vasto legado não se perca. Uma força da natureza e um exemplo de tenacidade e dinamismo: assim se pode descrever a vida cheia da olhanense Maria José Fraqueza.

2016-036-roseiral trovas-02