289 700 100
 
geral@cm-olhao.pt
 
O cavalo-marinho foi escolhido como símbolo da Semana da Ria Formosa, que será dedicada à comemoração dos valores ambientais e culturais associados à Ria Formosa, cuja sede do Parque Natural se situa no concelho de Olhão.

2016-054-cavalo-marinho-semana-da-ria-formosa

A escolha desta espécie para símbolo da Semana da Ria Formosa visa alertar para a atual situação de declínio da população na Ria. Ao ser uma espécie indicadora da qualidade ambiental, o cavalo-marinho funciona como um alerta para as ameaças que o sistema lagunar da Ria Formosa enfrenta.

A Semana da Ria Formosa, que irá decorrer entre 4 e 8 de abril, é uma iniciativa dirigida à comunidade escolar dos concelhos do Parque Natural da Ria Formosa (PNRF), que pretende difundir informações, estimular o conhecimento e práticas que possam incrementar a consciencialização e o reconhecimento da importância desta zona. 

Pretende-se, assim, contribuir para a construção de uma consciência ecológica que conduza à preservação do património natural e cultural.

A iniciativa, promovida pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, através do seu departamento do Algarve, junta 17 entidades diferentes, unidas numa lógica de parceria e cooperação: as Câmaras Municipais de Olhão, Loulé, Faro, Tavira e Vila Real de Santo António, os serviços regionais da Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares, a Agência Portuguesa do Ambiente e o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, a Universidade do Algarve, a Autoridade Marítima do Sul, a Águas do Algarve, a ALGAR – Valorização e Tratamento de Resíduos Sólidos, o RIAS – Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens, a Associação Almargem e os Centros de Ciência Viva do Algarve e de Tavira.

A Ria Formosa é uma região de sapal, que se estende pelos concelhos de Loulé, Faro, Olhão, Tavira e Vila Real de Santo António, abrangendo uma área de cerca de 18 mil e 400 hectares ao longo de 60 quilómetros, desde o rio Ancão até à praia da Manta Rota. 

Trata-se de uma área protegida pelo estatuto de Parque Natural, atribuído pelo Decreto-lei 373/87 de 9 de dezembro de 1987. Anteriormente, a Ria Formosa tinha estatuto de Reserva Natural, instituído em 1978. 

A sede do Parque Natural da Ria Formosa situa-se no Centro de Educação Ambiental de Marim, na freguesia de Quelfes, concelho de Olhão.