289 700 100
 
geral@cm-olhao.pt
 
Tornou-se já uma tradição em Olhão, por altura da Páscoa, a confeção e oferta à população de um folar gigante. A “festa”, com cariz solidário, está marcada para sábado, dia 19 de março, a partir das 10h30, e promete juntar muitos munícipes e visitantes no Largo da Restauração, junto à Igreja Matriz.

2016-068-folar-gigante-olhao-01
Este é já o terceiro ano que o chef Filipe Martins, proprietário da confeitaria Kubidoce, promove esta iniciativa, sempre com o apoio da Câmara Municipal de Olhão, com o objetivo de promover este ex-libris da doçaria olhanense. Também o bolo-rei gigante, por altura do Natal, se tornou já uma tradição da quadra.

A receita deste folar, que medirá cerca de 80 metros, é verdadeiramente pantagruélica: mais de 520 quilos de açúcar amarelo, 200 quilos de farinha, 200 quilos de manteiga, 100 quilos de margarina, 20 litros de azeite, 10 litros de medronho, 10 litros de mel, 15 quilos de amêndoa, 50 quilos de batata-doce, 15 quilos de laranja confitada, 15 quilos de figos, dois quilos de canela e outros dois quilos de erva doce, assim como cerca de 500 ovos, 10 quilos de fermento e 15 quilos de chocolate.

O chef pasteleiro revela as variedades que compõem este folar gigante: “para além do tradicional folar de Olhão, do de mel e azeite e do folar da serra, elaborámos também variações de batata-doce, chocolate e figo com amêndoas, as novidades deste ano”.

Várias e doces razões para passar pelo Largo da Restauração no sábado de manhã, a que se junta a vertente solidária do evento: por cada fatia de folar, será pedida uma doação simbólica, que reverterá, desta vez, a favor da ADAPO – Associação de Defesa dos Animais e Plantas de Olhão. A iniciativa conta igualmente com a colaboração dos escutas de Olhão.


2016-068-folar-gigante-olhao-03
2016-068-folar-gigante-olhao-02