289 700 100
 
geral@cm-olhao.pt
 
Decorreu ontem à tarde, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Olhão, a apresentação oficial do programa dos VII Jogos de Quelfes, que se irão realizar entre os dias 9 e 23 de abril em alguns concelhos algarvios e também do outro lado da fronteira, na província de Huelva (Andaluzia, Espanha), mais concretamente em Ayamonte.

2016-078-apresentacao-vii-jogos-de-quelfes-01

A sessão de apresentação contou com a presença dos representantes das entidades organizadoras, entre os quais Olhão, Ayamonte, Faro, Loulé, São Brás de Alportel e Tavira, para além dos professores que têm a seu cargo as várias atividades previstas para estes Jogos, assim como representantes de várias associações desportivas, da Academia Olímpica de Portugal e do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ).

Na qualidade de anfitrião, António Miguel Pina, presidente da Câmara Municipal de Olhão, enalteceu mais uma vez a ideia dos Jogos de Quelfes, congratulando-se com o facto de “aqui ter nascido, no concelho, mais concretamente na freguesia de Quelfes, este conceito”. O autarca começou por dar os “parabéns à organização e ao seu grande mentor Gustavo Marcos”, realçando que “o tema Olimpismo tem um amplo destaque com esta iniciativa”, destacando a vertente da “superação pessoal”. “Os jovens precisam cada vez mais de bons hábitos de vida e a prática desportiva é fundamental”, acrescentou António Miguel Pina.

2016-078-apresentacao-vii-jogos-de-quelfes-02O vereador representante do Ayuntamiento de Ayamonte, Jose Manuel Corrêa, agradeceu a oportunidade de a sua região poder participar nesta realização que agora se estende além-fronteiras, referindo: “As nossas infraestruturas desportivas estão à disposição dos Jogos de Quelfes”. “Queremos que o olimpismo seja incutido desde cedo nos jovens, é importante que participem, sem a preocupação de ganhar ou perder”, referiu o autarca andaluz.

Já Acácio Martins, vereador sambrazense, avançou que no seu concelho tem sido feita uma forte “aposta na formação, existindo atualmente mais de 1500 jovens a praticar desporto, 80% dos quais fazem-no também fora do espaço escolar”. O autarca tavirense José Manuel Guerreiro deu conta da grande aposta que o seu concelho tem feito na promoção da atividade física, garantindo que o concelho aguarda “com todo o entusiasmo e empenho os Jogos deste ano”.

Filipe Santos, em representação do movimento olímpico português (AOP), deixou várias ideias sobre este conceito, nomeadamente ao afirmar que “em geral os jogos e o olimpismo deixam memórias positivas nas crianças. Desejo que os professores também partilhem os valores do olimpismo. Os Jogos de Quelfes são uma iniciativa de grande importância para incutir valores nos jovens praticantes”.

Coube ao mentor deste projeto, Gustavo Marcos, encerrar as intervenções oficiais no âmbito desta apresentação: “Ao pugnar pela promoção da filosofia de vida que é o olimpismo, os Jogos de Quelfes procuram, em primeira mão, ser coerentes com aquilo que são os ideais proclamados por Pierre de Coubertin, num escalão etário onde aquilo que ensinamos pode, de facto, fazer toda a diferença nas crianças em idade escolar: o 1º ciclo do Ensino Básico”. Adiantou ainda que “o mais importante não é a vitória ou a derrota, mas sim os momentos de respeito e valorização do oponente. Essa á alma dos Jogos de Quelfes”, destacou Gustavo Marcos.

A próxima etapa dos VII Jogos de Quelfes será a cerimónia de abertura, que se irá realizar no dia 9 de abril no Pavilhão Municipal de Tavira, às 18h00. A edição deste ano, recorde-se, começou com a Chamada Para os Jogos que já percorreu quase 1000 quilómetros, passando por todos os concelhos algarvios, por alguns do Baixo Alentejo e pela região espanhola da Andaluzia.

As provas integradas nos VII Jogos de Quelfes vão decorrer a partir do dia 10 de abril e terminam a 22. No dia 23 realiza-se a cerimónia de encerramento, em local que a organização ainda não divulgou. 

Nesta apresentação que decorreu no Salão Nobre da Câmara Municipal de Olhão, foram apresentadas todas as provas, assim como os respetivos locais das suas realizações. Assim, a 10 de abril, domingo, a partir das 9h30, realizam-se as provas de Ciclismo/ BTT (Pais&filhos) no Circuito de Manutenção de Pinheiros de Marim (Olhão). No mesmo dia, mas à tarde, a Avenida 5 de Outubro, também em Olhão, acolhe a modalidade de Duatlo Atletismo/Canoagem (Pais&filhos) a partir das 14h30.

Na segunda feira, 11 de abril é dia de Basquetebol 3x3. A competição acontece no Pavilhão Municipal de São Brás de Alportel a partir das 9h30, e no dia 12, terça feira, há atletismo no outro lado da fronteira, mais precisamente no Estádio Blas Infante, em Ayamonte às 11h00 (hora local).

A 13 de abril, quarta feira, realizam-se as provas de Natação nas Piscinas Municipais de Faro, a partir das 10h00 e no dia seguinte, quinta feira (14 de abril) há Futebol no Estádio Ciudad de Ayamonte às 11h00 (hora local). Na sexta feira, 15 de abril, o Pavilhão Municipal de Loulé acolhe a competição de Andebol a partir das 9h30.

Domingo, 17 de abril, será dedicado aos desportos náuticos. Haverá Vela, nas Quatro Águas, em Tavira, às 9h30, e Canoagem na Baixa de Ayamonte, às 12h00 (hora local). No dia 18 de abril, segunda feira, Ayamonte também acolhe a prova de voleibol no Pavilhão Municipal de Ayamonte, às 11h00 (hora local).

A 19 de abril, terça feira, realiza-se a competição de Boccia (desporto adaptado) na EB1 Nº 2 de Almancil (Loulé), às 10h00, e a 20 de abril a Escola Secundária Dr. Francisco Fernandes Lopes, em Olhão, recebe a prova de Lenço Grego, a partir das 10h00. O último dia de atividades – 22 de abril, sexta feira – será dedicado à Equitação (desporto adaptado) no Centro Hípico Pine Trees, Almancil (Loulé), a partir das 10h00.

O Algarve e a Andaluzia estão em contagem decrescente para os VII Jogos de Quelfes. Mais do que garantir uma acessibilidade real dos cidadãos à prática do desporto, como referiu Gustavo Marcos, importa envolvê-los num sistema desportivo que promova relações sociais saudáveis, afaste comportamentos discriminatórios e incentive a aprendizagem e vivência de valores éticos fundamentais universais. E essa é a alma dos Jogos de Quelfes!
 
2016-078-apresentacao-vii-jogos-de-quelfes-03

2016-078-apresentacao-vii-jogos-de-quelfes-04