289 700 100
 
geral@cm-olhao.pt
 
Na Biblioteca Municipal José Mariano Gago, todos os meses são dedicados a um autor em especial. Julho não é exceção, sendo Manuel Madeira o escritor em destaque.

2016-170-Manuel-Madeira

Manuel Madeira nasceu em S. Bartolomeu de Messines, em 1924, mas muito cedo foi viver para Faro com a família, depois para Olhão, onde permaneceu até aos 25 anos, altura em que se deslocou para Lisboa e aí viveu durante mais de 40 anos. 

Regressou a Olhão, onde faleceu recentemente, a 28 de maio de 2016.

Foi empregado no comércio e funcionário público, tendo sido demitido por motivos políticos. Foi preso e torturado pela PIDE várias vezes. 

Reuniu em livro parte da sua poesia, de 1949 a 2004, sob o título No Encalço do Real Inalcançável. Em 2007, publicou Um Pouco de Infinito em Toda a Parte; em 2008, Cartas Poéticas entre António Ramos Rosa e Manuel Madeira; em 2009, o livro À Descoberta das Causas no Sortilégio dos Efeitos; em 2010, Simbiose Telúrica de Fragmentos do Ser, Reflexos e Reflexões Poéticas e, em 2012, o seu último título de poesia, Universo com Trancas à Porta.

Toda a bibliografia do autor existente na Biblioteca pode ser consultada através do catálogo online, em http://www.cm-olhao.pt/pt/catalogo-online
.