289 700 100
 
geral@cm-olhao.pt
 
Outrora “terra de ninguém”, a Ria Formosa viu reconhecido, nas últimas décadas, o seu papel ecológico inestimável, único mesmo na Europa. 

2016-204-reportagem-ria-formosa-03

Esta mudança de paradigma surgiu acompanhada nas últimas décadas por uma mudança de mentalidades, quer por parte daqueles a quem cabe a sua defesa e preservação, quer por parte de visitantes, que cada vez mais reconhecem ter chegado ao “paraíso na terra”.

Sistema ecológico frágil, mas de uma beleza única, a Ria Formosa é o “mealheiro” das populações ribeirinhas, que a ela recorrem para recolher bivalves ou pescar quando os rendimentos são mais parcos.

Viveiristas, pescadores, mariscadores, operadores turísticos e turistas convivem neste ecossistema, cada vez mais conscientes de que este é um tesouro natural que impera conservar a todo o custo.

Pelas mãos de quem verdadeiramente conhece a Ria Formosa, fomos tentar conhecer esta filha do mar e da terra, que exerce sobre forasteiros e indígenas um fascínio comum.

A reportagem completa pode ser lida aqui.
.