289 700 100
 
geral@cm-olhao.pt
 
É já de 21 a 30 de outubro que decorre o Encontro Internacional Poesia a Sul, uma organização do Município de Olhão comissariada pelo poeta algarvio Fernando Cabrita. Depois do sucesso da edição inaugural, que contou essencialmente com poetas oriundos da Península Ibérica, em 2016 o evento assume um caráter internacional, com a presença de convidados do Vietname, Marrocos, Chile, Espanha, Brasil, França e, naturalmente, Portugal.

2016-246-conferencia-de-imprensa-poesia-a-sul-2016-1
O evento foi apresentado ao público esta quinta feira, 13 de outubro, numa sessão em que o presidente da Câmara Municipal, António Miguel Pina, aproveitou para declarar a sua satisfação com o sucesso da primeira edição do Encontro, “o que fez com que a nossa ousadia crescesse este ano, e nos tenhamos atrevido a internacionalizar ainda mais esta iniciativa”.

Após agradecer o empenho de Fernando Cabrita enquanto comissário do Poesia a Sul, o autarca destacou o fato de esta ser, desde a primeira hora, uma aposta ganha: “uma iniciativa que foi pensada e colocada no terreno como iminentemente cultural ganhou, mercê da quantidade de público e participantes que nos visitam por estes dias, um cunho turístico que muito nos orgulha, ao ponto de ter, este ano, merecido por parte do Fundo de Turismo um financiamento destinado a eventos de cariz cultural dinamizadores da atividade turística”.

Um sentimento partilhado por Fernando Cabrita. O poeta e comissário do Encontro classificou o evento como “uma iniciativa que muito enobrece Olhão e que este ano se engrandeceu, quer em termos dos poetas convidados e do público que nos irá visitar, quer no que diz respeito às áreas de atividade artística englobadas no programa, que vão da poesia à música, passando pelo teatro, dança, cinema e artes plásticas”.

Fernando Cabrita antecipou ainda que, graças à sinergia conseguida entre os vários intervenientes na organização, “nos arrisquemos nos próximos anos a ser anfitriões do melhor festival literário, não já a sul do País, mas a sul de Madrid”.

O II Encontro Internacional Poesia a Sul – Olhão 2016 constitui, assim, uma oportunidade para que poetas das mais diversas origens e linguagens se encontrem, para 10 dias de intercâmbio, partilha, palestras, debates, mesas redondas, apresentações de livros, leituras, homenagens, exposições e convívio, numa iniciativa que a organização pretende aberta à participação do público em geral.

Ao todo, são cerca de 15 as apresentações de livros agendadas ao longo do evento, que conta com um programa paralelo de animação diversificado e atrativo, a começar pelo espetáculo de poesia e música protagonizado por Napoleão Mira e pelos Reflect, marcado para o dia de arranque, no Auditório Municipal, e cujas receitas revertem a favor da ADAPO – Associação de Defesa dos Animais e Plantas de Olhão.

Ao longo do evento, estarão patentes no Auditório Municipal duas exposições, uma de desenho e outra de escultura, da autoria de Joana Rosa Bragança e Alberto German, respetivamente.

O poema Howl, de Allen Ginsberg, será também pretexto para a exibição do filme homónimo, a ocorrer no dia 26, na Sociedade Recreativa Progresso Olhanense, promovida pelo Clube de Cinema de Olhão.

A edição de 2016 do Encontro Internacional Poesia a Sul ficará também marcada por três homenagens: a Casimiro de Brito, poeta, romancista e ensaísta algarvio de dimensão internacional com cerca de 56 livros publicados; Florindo de Sousa, olhanense de acolhimento, onde é conhecido por todos como “o poeta da rua”, e Rafael Vargas, dinamizador e divulgador dos escritores e das letras andaluzes, que verá a sua obra e solidariedade artística e humana reconhecidas.
O Encontro ficará ainda marcado pela primeira edição do Prémio Literário Escolar João Lúcio, destinado aos alunos do 3º Ciclo do concelho, cujo objetivo é estimular a produção de originais de poesia entre os jovens e homenagear João Lúcio, vulto maior da poesia portuguesa, nascido em Olhão.

A partir dos versos do poeta “Oh meu ardente Algarve impressionista e mole, Meu lindo preguiçoso adormecido ao sol”, os jovens são convidados a escrever dois poemas inéditos. Os vencedores serão anunciados no dia 30 de outubro, na sessão de encerramento do evento.

A sessão inaugural do II Encontro Internacional Poesia a Sul – Olhão 2016, que decorre no Salão Nobre dos Paços do Concelho no dia 21, às 18h00, contará com a presença do presidente da Câmara Municipal, António Miguel Pina, entre outras individualidades.

2016-246-conferencia-de-imprensa-poesia-a-sul-2016-2