289 700 100
 
geral@cm-olhao.pt
 
Entre as 00h00 do dia 8 de novembro e as 23h59 do dia 8 de dezembro, o Orçamento Participativo de Olhão entra na fase de votação, com os munícipes a terem oportunidade de votar na proposta que gostariam de ver concretizada na sua freguesia.

2016-268-op-votacao
Depois das fases de recolha de propostas em cada uma das freguesias e da respetiva análise técnica, as 15 propostas selecionadas são agora submetidas ao escrutínio dos olhanenses:

OP1 – Reabilitação do Largo da Benedita, na Fuseta;

OP2 – Requalificação dos apoios de pesca, na Fuseta;

OP3 – Colocação de lombas redutoras de velocidade na Rua da Liberdade, na Fuseta:

OP4 – Criação de um parque de lazer e estacionamento junto à Escola EB 2, 3 Dr. António João Eusébio, em Moncarapacho;

OP5 – Sinalética de rotunda junto à Escola EB 2, 3 Dr. António João Eusébio, em Moncarapacho;

OP6 – Colocação de sinalização de percursos pedestres no Cerro de S. Miguel e no Cerro da Cabeça;

OP7 – Criação de um parque de lazer e de desporto na freguesia de Olhão;

OP8 – Desenvolvimento de um projeto de integração da população desfavorecida dos bairros sociais, em Olhão;

OP9 – Eliminação da circulação automóvel na zona ribeirinha dos Mercados, em Olhão;

OP10 – Parque de convívio/infantil junto ao Complexo Desportivo, em Pechão;

OP11 – Criação de um percurso para a promoção do uso da bicicleta e atividades de lazer pedonais, em Pechão;

OP12 – Criação de um parque com equipamentos de treino e lazer destinado a animais, em Pechão;

OP13 – Requalificação dos Polidesportivos do Bairro do Fundo de Fomento de Habitação e do Bairro Marechal Carmona (Campo Cassiano), em Quelfes;

OP14 – Reabilitação da EB 1 de Marim e do espaço envolvente, em Quelfes;

OP15 – Requalificação da Avenida Calouste Gulbenkian e conclusão da ciclovia, em Quelfes.

Os interessados poderão votar por SMS uma única vez e numa única proposta. Os eleitores do concelho de Olhão podem, se assim o desejarem, ter direito a um segundo voto presencial, mediante a apresentação do respetivo documento de identificação.

Para o efeito, irá haver ao longo do período de votação equipas do Orçamento Participativo, devidamente credenciadas para o efeito, em todas as Juntas de Freguesia do concelho, na baixa da cidade de Olhão e na Câmara Muncipal, junto das quais será possível proceder à votação presencial.

A baixa da cidade será visitada durante a manhã dos dias 8, 9, 11, 14, 16, 18, 21, 23, 25, 28 e 30 de novembro e 2, 5, e 7 de dezembro.

A equipa de colaboradores do Orçamento Participativo estará também presente nas Juntas de Freguesia, entre as 9h00 e as 17h00, nos dias 10 e 11 de novembro (Fuseta), 15 e 16 de novembro (Moncarapacho), 23 e 24 de novembro (Quelfes) e 29 de novembro (Pechão).

Na Câmara Municipal, será possível votar entre as 9h00 e as 17h00 durante todo o período de votação, bastando aos munícipes interessados dirigir-se à receção.

Para votar por SMS, basta enviar uma mensagem de texto, que é gratuita, para o número 4400 onde deve constar o código referente à proposta escolhida (exemplo: OP20). Será enviada de volta uma SMS com a confirmação do voto.

O Orçamento Participativo é um mecanismo de cidadania ativa assente na democracia participativa, que permite aos cidadãos decidir sobre uma parte do Orçamento da Câmara Municipal, através de um processo de participação da comunidade.

O valor total para a primeira edição do orçamento Participativo de Olhão é de 400 mil Euros, um dos maiores do Sul do país.

Após o apuramento dos resultados, a Câmara Municipal vai transformar as propostas vencedoras em projetos de investimento, cuja concretização terá início em 2017.

Todos os detalhes sobre o Orçamento Participativo de Olhão podem ser consultados no site www.op.cm-olhao.pt.