289 700 100
 
geral@cm-olhao.pt
 
O Serviço Municipal de Proteção Civil (SMPC) de Olhão alerta para os cuidados a ter nos próximos dias, devido à diminuição da temperatura prevista já a partir da noite desta terça feira e até ao próximo sábado.

2017-008-vaga-de-frio-olhao

De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), registar-se-á uma diminuição da temperatura a partir da noite de hoje, terça feira, provocando uma situação de tempo frio e seco que se prolongará até ao próximo sábado (21 de janeiro). 

Os valores de temperatura mínima deverão variar aproximadamente entre 0º e 4º C, na generalidade do território. Os valores da temperatura máxima não deverão ultrapassar os 8º e os 12º no litoral oeste e no interior sul, sendo ligeiramente superior na costa sul do Algarve (entre 12º e 14º). A partir desta noite e até quinta feira, também o vento soprará mais forte, o que acentuará o desconforto térmico sentido pela população. 

É necessário ter especial atenção com os grupos populacionais mais vulneráveis, crianças, idosos e pessoas portadoras de patologias crónicas e população sem-abrigo. 

A Proteção Civil recomenda a adoção de comportamentos adequados, pelo que, e em particular nas zonas historicamente mais vulneráveis, sugere que se evite a exposição prolongada ao frio e às mudanças bruscas de temperatura; deve usar-se várias camadas de roupa, folgada e adaptada à temperatura ambiente; proteger as extremidades do corpo (usando luvas, gorro, meias quentes e cachecol) e ingerir de sopas e bebidas quentes, evitando o álcool que proporciona uma falsa sensação de calor.

Há também que ter especial atenção com a proteção em termos de vestuário por parte de trabalhadores que exerçam a sua atividade no exterior, e evitar esforços excessivos resultantes dessa atividade, assim como cuidado redobrado com os aquecimentos com combustão (ex. braseiras e lareiras), que podem causar intoxicação devido à acumulação de monóxido de carbono e levar à morte.

É importante assegurar uma adequada ventilação das habitações, quando não for possível evitar o uso de braseiras ou lareiras, evitar o uso de dispositivos de aquecimento durante o sono, desligando sempre quaisquer aparelhos antes de se deitar e estar atento às informações da meteorologia e às indicações da Proteção Civil e forças de segurança.