289 700 100
 
geral@cm-olhao.pt
 
Associando-se às comemorações do Dia Internacional da Mulher, que anualmente se assinala a 8 de março, a Autora do Mês na Biblioteca Municipal José Mariano Gago será a escritora e ativista Alice Walker. Ao longo do mês, a vida e obra da criadora de A Cor Púrpura estarão em destaque neste espaço de leitura olhanense.

2017-030-autor-do-mes-marco

A 9 de fevereiro de 1944 nasceu a autora, poetisa e ativista, vencedora do Prémio Pulitzer de 1983, atribuído à sua novela A Cor Púrpura, obra-prima que aborda, entre outros temas, questões de discriminação racial e sexual.

Filha de agricultores, Alice Walker perdeu a visão num dos olhos aos 8 anos. Graças à sua dedicação, conseguiu sucessivas bolsas de estudo, formando-se em Artes pelo Sarah Lawrence College. Iniciou sua carreira de escritora com Once, um volume de poesia.

O romance A Cor Púrpura foi distinguido com o Prémio Pulitzer de Ficção e o National Book Award, e deu origem a um filme de Steven Spielberg, com a atriz Whoopi Goldberg no papel principal. Na icónica obra, a personagem escreve cartas a Deus e à irmã desaparecida. Walker retrata uma mulher negra sulista quase analfabeta, que vive numa realidade dura de pobreza, opressão e desamor.

Entre mais de 3 dezenas de volumes de romance, conto, poesia e não-ficção, a autora escreveu o livro De Amor de Desespero, uma obra composta pelas vozes de várias mulheres negras do sul dos Estados Unidos. O livro é uma coletânea de vários contos, nos quais são dadas a conhecer ao leitor mulheres diferentes, os seus medos, desafios e sonhos. 

Alice Walker é uma ativista pelos direitos dos negros e das mulheres, destacando-se na luta contra o apartheid e contra a mutilação genital feminina em países africanos. Em 1984, fundou sua própria editora, a Wild Trees Press.

A bibliografia da autora existente na Biblioteca pode ser consultada através do catálogo online, em http://www.cm-olhao.pt/pt/catalogo-online.