289 700 100
 
geral@cm-olhao.pt
 
2012-076-Msicos do Tejo2Está quase a chegar um dos grandes espetáculos deste ano no Auditório Municipal de Olhão! Um dos melhores grupos de música antiga em Portugal, os Músicos do Tejo, atuam já no próximo sábado, às 21h30, na sala olhanense. A não perder!

O novo projeto musical no campo da música antiga, Os Músicos do Tejo, fundado por Marcos Magalhães e Marta Araújo, dá-se a conhecer no Sul do País neste espetáculo no Auditório Municipal de Olhão na noite de 29 de setembro. A música antiga será rainha nesta sala de espetáculos onde a variedade e qualidade dos espetáculos apresentados é o principal objetivo.

Os Músicos do Tejo, que tiveram a sua primeira apresentação em 2005 preparam-se para editar, no próximo outono, a gravação da ópera ‘Spinalba’ de F.A. de Almeida. Entretanto, mostram em Olhão temas dos trabalhos “Foi Por Mim”, “As Árias de Luísa Todi” e “Sementes do Fado”.

 Na sua curta existência como grupo especializado em música antiga já desenvolveram uma parceria com o CCB, o que os levou a produzir três óperas, editaram dois discos, apresentaram-se em inúmeros concertos em Portugal e no estrangeiro e foram objeto de diversos apoios institucionais e de mecenas.

O disco “As Sementes do Fado” (com Ana Quintans, Ricardo Rocha e Marcos Magalhães) obteve 4 estrelas (em 5) no jornal Público – Ípsilon e foi considerado pelos críticos do Jornal de Letras como um dos melhores discos nacionais do ano de 2007.

Em Olhão, o programa irá incluir Henry Purcell, André Cardinal Destouches, G.B. Pergolesi, Carlos Seixas e António Vivaldi.

Os Músicos do Tejo que atuam na cidade cubista são, entre outros, Álvaro Pinto, Denys Stetsenko (violino), Tera Shimizu (viola), Paulo Gaio Lima (violoncelo), António Carrilho (flauta de bisel) e Marcos Magalhães (cravo e direção musical).

Um espetáculo que promete ser diferente e, como tal, merece a presença de todos os amantes da música!