289 700 100
 
geral@cm-olhao.pt
 
2013-083-medeea
O Município de Olhão recebeu esta semana, durante a Conferência Internacional “Mediterranean Energy Cities”, na cidade de Lefkosia, no Chipre, o galardão EAA (European Energy Award). A conquista desta distinção resulta da auditoria internacional realizada aos cinco concelhos do Algarve candidatos ao projeto MEDEEA, tendo Olhão conquistado a melhor classificação, com 64% da pontuação no conjunto dos parâmetros em análise.

Este foi o primeiro passo dos muitos que Olhão poderá dar em direção a um concelho energeticamente mais responsável e ambientalmente mais sustentável.

Este prémio internacional surge no âmbito do projeto MEDEEA que, tendo como referência as energias renováveis procura, na região Mediterrânica, sensibilizar as cidades para a exploração do potencial energético da sua região e promover o planeamento energético no sentido de aumentar a sua eficiência/reduzir a emissão dos gases de estufa/reduzir os custos associados ao consumo energético.

Esta iniciativa contou com a participação de cinco municípios portugueses (algarvios), entre os quais Olhão foi o que obteve a mais elevada classificação e o 4º melhor entre os 72 municípios dos sete países da bacia do Mediterrâneo (Itália, Espanha, Grécia, Chipre, Malta, Portugal e Eslovénia) participantes, tendo o Plano de Mobilidade e Transportes de Olhão, apresentado no âmbito do Prémio Europeu de Energia na Região do Mediterrâneo, sido um dos pontos fortes da participação e avaliação nacional.

Temas como o planeamento estratégico, o desenvolvimento urbano inovador, o planeamento de construção, a aprovação da construção e dos procedimentos de controlo que são utilizados para acompanhar medidas que promovam eficiência energética e a existência de planos de atividades ao nível da energia e da mobilidade foram alguns dos pontos tidos em conta durante a avaliação e considerados positivos.

A propósito deste tema, já se haviam realizado, em Olhão e posteriormente em Albufeira, sessões intermunicipais promovidas pelas autarquias locais em parceria com a Agência Regional de Energia e Ambiente do Algarve. Estes encontros visaram, essencialmente, divulgar os resultados finais alcançados por parte dos municípios no projeto, conforme avaliação através da ferramenta eea® e validada pelos auditores internacionais independentes e que culminaram agora com a conferência internacional que decorreu no Chipre, onde foi apresentado o Plano de Mobilidade do Município.