289 700 100
 
geral@cm-olhao.pt
 
2013-095-III Encontro de Arquivos do AlgarveOlhão acolheu, nos dias 31 de maio e 1 de junho, o III Encontro de Arquivos do Algarve, no qual se reuniram alguns dos principais especialistas desta área que deram o seu contributo para a necessária partilha de conhecimentos e informação a este nível.

O evento, organizado pelo Município de Olhão, a Rede de Arquivos do Algarve e o Arquivo Distrital de Faro terminou no sábado à tarde com um passeio pela Ria Formosa a bordo do Caíque Bom Sucesso, mas antes houve um dia e meio de intenso trabalho. Na sessão de abertura, presidida pelo presidente da Câmara Municipal de Olhão, Francisco Leal, que destacou a importância do tema e de ser Olhão o concelho anfitrião desta iniciativa, marcaram igualmente presença o subdiretor da Direção Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB), Silvestre Lacerda, Rui Parreira da Direção Regional de Cultura do Algarve, Margarida Vargues, presidente da Associação de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas e o diretor do Arquivo Distrital de Faro, João Sabóia.

No primeiro dia, durante as sessões de trabalho que decorreram no Auditório Municipal de Olhão, ficaram patentes algumas ideias que serviram de mote ao encontro, como a partilha de experiências e conhecimentos ou a importância dos arquivos para a modernização administrativa: “É preciso contar com a memória das organizações”, disse Silvestre Lacerca.

“Quando falamos de arquivos, falamos da organização da nossa memória coletiva, é importante tratarmos estes repositórios de memória que são os arquivos, da forma mais adequada. Se não tivermos arquivos organizados perdemos muito mais tempo no trabalho, por exemplo”, salientou Rui Parreira, da Direção Regional de Cultura.
Pedro Penteado, da DGLAB, referiu-se ao desafio da interoperabilidade semântica, que “implica partilha de informação e conhecimento entre as organizações, no âmbito dos processos administrativos a que dão apoio”, falando também da “abertura da administração para a partilha e reutilização de informação”, o que se traduzirá em “maior eficiência”.

2013-095-III Encontro de Arquivos do Algarve 22013-095-III Encontro de Arquivos do Algarve 3



































Carlos Guardado da Silva, da Câmara Municipal de Torres Vedras, o principal orador/convidado deste encontro, abordou o novo paradigma na gestão da informação arquivística da administração local: o plano de classificação, referindo entre outros desafios a questão da modernização administrativa e o e-government. Uniformizar a classificação da informação na administração local é, para o técnico, um dos grandes objetivos do trabalho dos arquivistas. O técnico da Câmara de Torres Vedras foi ainda o dinamizador de um workshop, no sábado de manhã, sobre Macroestrutura Funcional (MEF) e a sua aplicação na Administração Local.

2013-095-III Encontro de Arquivos do Algarve 4Participaram ainda no III Encontro de Arquivos do Algarve, que decorreu em Olhão, vários técnicos de municípios algarvios, como Nuno Marques (Vila do Bispo), Tiago Barão (Faro), Helena Vinagre (Olhão), Luísa Pereira e Vera Gonçalves (Silves), Isabel Salvado e António Monteiro (Tavira) e Nelson Vaquinhas (Loulé), assim como André Porto Ancona Lopez, da Universidade de Brasília, que se referiu a um programa piloto para construção de repositório digital de materiais fotográficos de arquivo.
Durante o encontro, falou-se ainda do Município de Olhão na Era Digital (Davide Rosa e David Lopes), da Produção Documental no Sanatório Carlos Vasconcelos Porto: os registos clínicos (Marisa Caixas, Hospital de Faro), do Fundo Documental do Administrador do Concelho de Portimão (Vanda Germano) e do Fundo Documental Francisco Fernandes Lopes do Arquivo Municipal de Olhão, a visão de uma investigadora (Andreia Fidalgo, Universidade do Algarve).

Os participantes fizeram um balanço positivo do encontro de Olhão, concluindo que a gestão documental e da informação se assume como uma área cada vez mais importante para a gestão das instituições, congregando esforços através de novos paradigmas classificativos, novas metodologias e boas práticas internas.

2013-095-III Encontro de Arquivos do Algarve 5