289 700 100
 
geral@cm-olhao.pt
 
2013-104-16 junho EntreAspasO Dia da Cidade de Olhão, que se celebra no próximo dia 16 de junho, é o pretexto para o Município promover um vasto conjunto de iniciativas. Para além das cerimónias oficiais, há música no Jardim Pescador Olhanense e um seminário onde se irá refletir sobre a cidade e o concelho.

O programa oficial do Dia da Cidade, no dia 16, inclui a cerimónia do Hastear das Bandeiras, nos Paços do Concelho (09h30), seguindo-se às 09h45 a colocação de flores no Monumento aos Heróis da Restauração e às 10h30 a inauguração da Escola EB1/JI de Moncarapacho.

A Sessão Solene Comemorativa do Dia da Cidade tem início às 12h00 no Salão Nobre dos Paços do Concelho e à tarde (16h00), é inaugurado o Monumento aos Combatentes do Ultramar. Meia hora depois haverá a atribuição de vários topónimos no concelho. Às 17h30, na freguesia da Fuseta é inaugurado o Monumento aos Pescadores do Bacalhau e as celebrações oficiais terminam com a inauguração da exposição dos alunos do Centro de Arte de Pintores Olhanenses, no Auditório Municipal de Olhão, às 18h30.

A par das cerimónias oficiais haverá muita música no Jardim Pescador Olhanense: logo na noite de 15 de junho, a festa começa com o espetáculo “Olhão ao Vivo”, onde a partir das 22h00 três bandas olhanenses têm a oportunidade de se dar a conhecer ao público. Na noite de 16 de junho, o palco instalado no Jardim junto à Ria Formosa acolhe, também a partir das 22h00, os Entre Aspas, banda do concelho que conta com Viviane como vocalista e que promete animar e aquecer a noite.

No dia 17, a partir das 09h30, no Real Marina Hotel & Spa, realiza-se o encontro “Olhão: Caminhos de Futuro”, onde serão debatidos temas como o Programa de Reabilitação Urbana de Olhão, o Plano de Mobilidade e Transportes de Olhão, o Algarve Central, O Grupo de Acção Costeira do Sotavento do Algarve e o Plano Estratégico de Desenvolvimento Sustentável – 2015. O presidente da Câmara Municipal de Olhão, Francisco Leal, abre os trabalhos, que serão encerrados pelo vice-presidente António Pina. O Reitor da Universidade do Algarve, João Guerreiro, modera o debate que se segue às intervenções.

Consulte aqui o programa detalhado.