289 700 100
 
geral@cm-olhao.pt
 
2013-132-ExposicoesMuseuAs férias de verão não são necessariamente para dedicar em exclusivo à praia. A cultura é uma das apostas de muitos turistas, que também aproveitam para conhecer, nas cidades que visitam, espaços onde a história marca presença. Olhão tem para oferecer aos visitantes, no seu Museu Municipal, uma panóplia de sugestões, com cinco exposições para visitar num edifício que, também ele, faz parte da história da cidade e merece uma visita demorada: o Compromisso Marítimo.

A Presença Romana no Concelho de Olhão e Compromissos Marítimos (exposições de longa duração) e Os Pescadores, O Olhanense e O Sal de Olhão (exposições temporárias) podem ser apreciadas no Museu Municipal de Olhão, no Largo da Restauração, durante o horário normal de abertura ao público (de terça a sexta-feira das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30 e aos sábados das 10h00 às 13h00).

A Presença Romana no Concelho de Olhão mostra parte significativa da herança desse povo neste concelho, recorrendo para isso a algumas peças de um acervo vasto e singular do ponto de vista científico, proveniente do Museu Paroquial de Moncarapacho. É, por isso, uma oportunidade única de descobrir ou mesmo reencontrar peças que fazem parte de um dos capítulos mais importantes da história do Concelho.

2013-132-ExposicoesMuseu2A mostra fotográfica Os Pescadores ilustra duas narrativas de Olhão: uma, publicada em 1922 por Raul Brandão e outra fotografada na atualidade por Luísa Soares Teixeira. Procura-se demonstrar que o meio mudou mas que os homens continuam "simples porque a profissão é simples e o meio, grande e eterno, não os corrompe".

A exposição sobre o jornal local O Olhanense, publicado pela primeira vez a 15 de maio de 1963, com a denominação original “Sporting Olhanense” passando a ter, por volta dos anos 80, a denominação atual, exibe alguns dos passos dados pela publicação ao longo de 50 anos. O jornal manteve, até hoje, a sua regular publicação, sendo um dos jornais locais, há mais tempo em funcionamento ininterrupto na região.

O Sal de Olhão, produto caraterístico deste concelho com grande relevância socioeconómica, é uma mostra onde se pretende evidenciar a importância da atividade salineira no território olhanense. Importa, justamente, divulgar o património cultural associado às marinhas, termo português mais antigo para designar ‘salina’, que se reveste de grande riqueza enquanto testemunho histórico, cultural e natural da região.

A exposição Compromissos Marítimos propõe um olhar sobre as diferentes dimensões em que operavam os Compromissos Marítimos, associações de mareantes, também conhecidos por Irmandades ou Confrarias do Corpo Santo, e que tiveram forte impacto nas comunidades onde foram criados.
Nas diferentes salas do Museu Municipal de Olhão, podemos conhecer as ‘estórias’ por detrás da história destes temas, num edifício, o Compromisso Marítimo, que é mais um motivo de visita, devido ao seu grande valor histórico. O Compromisso Marítimo de Olhão, criado para apoiar os pescadores da cidade possuía, no piso térreo, uma botica (farmácia) e um açougue para serviço dos mareantes. No andar nobre localizava-se a Sala dos Despachos que apresenta uma pintura no forro de madeira da cobertura onde se destaca o brasão das armas reais portuguesas.

Estes são apenas alguns dos motivos para, em tempo de férias, desfrutar da cultura que se respira em Olhão. O Museu Municipal está aberto durante o verão para dar a conhecer outras importantes caraterísticas do concelho olhanense, para além da gastronomia e das belas praias em ilhas paradisíacas.

2013-132-ExposicoesMuseu6 pan