289 700 100
 
geral@cm-olhao.pt
 
A Escola E.B. 2,3 João da Rosa dispõe, desde sexta feira, dia 16 de fevereiro, de uma estrutura elevatória, que vem colmatar as necessidades do estabelecimento de ensino de Olhão no que diz respeito a condições de acesso para pessoas com mobilidade reduzida.

2018-030-inauguracao-elevadores-joao-da-rosa-01
A inauguração, que contou com as presenças do presidente da Câmara Municipal, António Miguel Pina, e do Delegado Regional de Educação, Francisco Marques, concluiu um ciclo de intervenções levadas a cabo pelo Ministério de Educação na região, no sentido de dotar o parque escolar de condições que otimizem a inclusão de toda a comunidade escolar, a começar pelos alunos com necessidades especiais.

No caso da João da Rosa, o elevador agora em funcionamento representou um investimento de cerca de 30 mil euros, valor que foi comparticipado pelo Município.
“Não fizemos mais do que a nossa obrigação”, fez questão de sublinhar António Miguel Pina. Para o líder da autarquia olhanense, “a criação de condições de integração e inclusão na comunidade escolar deve ser um desígnio de todos nós enquanto sociedade”.

Uma opinião partilhada pelo diretor do Agrupamento, Luís Felício que, para além de sublinhar o papel da autarquia na concretização desta infraestrutura, lembrou que a mesma “vem colmatar uma necessidade urgente desta escola, uma vez que muitas das salas de aula, bem como a biblioteca e o laboratório, se encontram no 1º piso”.

No ano em que comemora 20 anos, o Agrupamento de Escolas João da Rosa vê, assim, a escola-sede dotada de uma estrutura elevatória, que tem já, pelo menos, uma utente regular: uma aluna que começou a frequentar o estabelecimento de ensino este ano letivo e que tinha, até agora, o acesso ao 1º piso condicionado.

2018-030-inauguracao-elevadores-joao-da-rosa-02

2018-030-inauguracao-elevadores-joao-da-rosa-03