289 700 100
 
geral@cm-olhao.pt
 
O Município de Olhão vai apoiar Moçambique, através de uma campanha de apoio às vítimas do ciclone Idai, com a recolha de donativos em géneros mais prioritários para as populações afetadas na província da Beira.

2019-043-campanha-olhao-solidario-com-mocambique-01
A autarquia apela à solidariedade de todos no sentido de ajudar o país irmão nesta fase difícil.

De acordo com as autoridades moçambicanas, os donativos mais prioritários são os seguintes:

- Produtos alimentares (enlatados com período de validade prolongado);
- Produtos de higiene pessoal;
- Roupas.

O ponto de recolha dos donativos é o Quartel dos Bombeiros Municipais de Olhão, e os mesmos estão a ser recolhidos até 31 de março.

A passagem do ciclone Idai pelo centro de Moçambique, e as cheias que se seguiram, deixaram um rasto de destruição e já provocaram, desde quinta feira, dia 14, mais de 200 mortos.

O ciclone foi já considerado a pior catástrofe natural no hemisfério Sul. Com ventos a rondar os 200 quilómetros, destruiu casas e arrancou árvores. Deixou também para trás áreas gigantescas completamente inundadas em Moçambique, Zimbabué e Malawi.